Últimas Notícias

‘Virada Sustentável’ na Maré Combina Realidade Virtual, Brechó e Saúde da Mulher [IMAGENS]

Click Here for English

No dia 9 de junho, a ONG CEASM (Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré ) sediou a Virada na Maré, evento que teve como objetivo conscientizar as pessoas sobre a importância do desenvolvimento sustentável e mobilizá-las para agir. O evento na Maré foi organizado pelo Espaço Casulo, um espaço para a troca de idéias e atividades voltadas para mulheres, que participou da Virada Sustentável Rio 2018–uma série de eventos de vários dias no Rio. A Virada Sustentável é um “movimento de mobilização e educação para a sustentabilidade, envolvendo co-criação, articulação e participação direta de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, escolas e universidades, empresas, coletivos e movimentos sociais”. As ações da Virada Sustentável se inspiram nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, que se qualifica como uma agenda de desenvolvimento com o objetivo de definir novos caminhos para melhorias na vida das pessoas e do planeta.

Segundo Taiana Trajano, coordenadora de Ação e Conhecimento da Virada Sustentável Rio 2018, o evento deste ano foi organizado coletivamente por diversos projetos sustentáveis ​​e sociais. Uma avaliação das atividades do ano passado revelou a necessidade de uma melhor distribuição espacial dos eventos, portanto ao passo em que o evento anterior estava concentrado na Zona Sul e no Centro, a edição deste ano incluiu eventos em uma extensão mais ampla da cidade, desde a Maré, passando pela costa leste, até o município de Sepetiba na costa oeste. Para Taiana, o objetivo da Virada Sustentável é mobilizar as pessoas para pensarem o cotidiano de forma sustentável, mas também fortalecer as redes de grupos que trabalham com o desenvolvimento sustentável em todos os bairros do Rio de Janeiro.

O evento Virada na Maré foi composto por diferentes atividades culturais e educacionais, como debates sobre saúde feminina e coleta de lixo, projeções de filmes, sessões de contação de histórias e uma oficina sobre beleza natural. O público-alvo foram mulheres e crianças do Complexo da Maré e o evento conseguiu fazer com que os membros da platéia refletissem sobre como vivem e consomem, mantendo uma atmosfera aberta e divertida. Edneide Pereira do Espaço Casulo, que organizou a Virada na Maré, refletiu:

Eu acredito na transformação através das mulheres. Para o coletivo que faço parte, essa mobilização feminina é essencial. Vivemos em um mundo onde o machismo cala mulheres e o feminicídio impera. Quando falamos de sustentabilidade não estamos só nos referindo a conscientização ambiental propriamente dita. Estamos nos referindo também as discussões sobre as relações humanas, seja ela de gênero, raça ou questões sociais. É por esse motivo que criamos o projeto e a parceria com a Virada. Está na hora de nos juntarmos e conversarmos sobre o que está acontecendo a nossa volta para um movimento de mudança”.

O fotógrafo Antoine Horenbeek capturou cenas das atividades, do dia 9 de junho, para o RioOnWatch:

O Lugar

O evento aconteceu no prédio do CEASM no Morro do Timbau, Complexo da Maré. O CEASM visa “Potencializar o acesso de moradores de favelas e bairros populares aos bens sociais, culturais e econômicos por meio de mecanismos de afirmação de direitos”.

A Equipe

As mulheres que organizaram o evento, da esquerda para a direita: Pri Saldanha, Edneide, Nanah, Taiana, Cida e Joseane.

O Filme

Os organizadores exibiram o filme A Plastic Ocean (Oceano de Plástico) de Craig Leeson, um documentário que investiga a poluição por plásticos nos oceanos e propõe soluções para mitigar os danos. O filme foi seguido por uma debate entre os participantes.

Realidade Virtual

Os participantes também assistiram a dois curtas-metragens sobre desmatamento na Amazônia e proteção da vida selvagem e da natureza na África, ambos em realidade virtual. As experiências de realidade virtual foram possíveis graças à Conservação Internacional Brasil, que trabalha para proteger a natureza como forma de proteger também as futuras gerações de seres humanos. Essa divertida experiência foi um grande sucesso com as crianças presentes no evento.

Contador de histórias

O escritor Álvaro Antono contou às crianças uma história sobre como cuidar de animais.

Saúde da Mulher

O evento também contou com uma roda de conversa com mulheres sobre saúde, higiene e bem-estar.

Brechó

Bárbara, estudante de antropologia que mora na Maré, aproveitou o evento para vender roupas vintage, refletindo uma abordagem sustentável da moda. Seu pequeno negócio é chamado Brota BB Brechó.