Últimas Notícias

Um dia após o término das Olimpíadas de 2016 aqui no Rio…

O texto abaixo foi escrito por Cléber Araújo, morador do Complexo do Alemão na Zona Norte do Rio de Janeiro, em forma de sátira.

22 de agosto, 2016–Acordamos hoje com vários órgãos e representantes do poder público aqui na entrada da favela, algo semelhante ao que aconteceu lá atrás em novembro de 2010. Há uma verdadeira invasão de repórteres e pessoas de várias partes do mundo. Devido a cobertura do encerramento dos Jogos Olímpicos, o Rio está cheio deles. Porém há uma diferença de 2010 para cá. Muitos carros de várias secretarias do governo estão presentes, cada entrada da favela tem uma secretaria específica. Na entrada da Grota, a Secretaria de Obras. Na entrada do Reservatório está a Secretaria de Lazer e Cultura. Na Nova Brasília se encontra a Secretaria de Educação. E na Austregésilo, o pessoal da Habitação, da Casa Civil, Secretaria de Desenvolvimento Social, CEDAE, e muitos repórteres–todos estão prontos para subir o morro e começar a “retomada da favela”.

Seguindo pela Itaoca vejo pela entrada da Beira do Rio, muitos carros da COMLURB fazendo a limpeza do entorno do valão, e falando que a partir de hoje todo o valão será coberto e se tornará uma grande área de lazer, semelhante ao tão famoso Parque de Madureira. Andando mais a frente, na entrada da Canitar vejo mais outras tantas secretarias. A que mais me chama a atenção é a do Meio Ambiente, anunciando que a partir de hoje teremos uma política séria de revitalização e cuidado da Serra da MisericórdiaFicamos muito felizes, pois sabemos da importância do que a que chamamos de “O Pulmão da Zona Norte”.

Nos céus da favela, vários helicópteros estão sobrevoando fazendo a cobertura desse dia marcante para o país. Um deles me chama muito a atenção: ele joga pequenos folhetos nos informando o que está acontecendo neste dia–uma ação integrada entre todas as esferas dos poderes estaduais e municipais e também com aquelas “mega ONGs” que sempre fizeram um trabalho excepcional de restruturação das favelas ao longo de todos esses anos de mudanças. Os folhetos dizem apenas essa singela frase: “HOJE O PODER PÚBLICO ESTÁ CHEGANDO NA SUA FAVELA. NOS AJUDE OPINANDO E DANDO SUGESTÕES SOBRE O QUE PODEMOS FAZER PARA MELHORAR A SUA COMUNIDADE”.

O Senhor Governador veio a público essa manhã e, com a convocação extraordinária de uma coletiva de imprensa, anunciou, em caráter emergencial, a construção de cinco novas unidades escolares, todas de tempo integral e duas delas com formação profissionalizante. 

O Secretário de Transporte em seguida fez um anúncio de extrema importância para a favela, dizendo que à partir de hoje, todas as kombis e vans que circulam aqui serão integradas como alimentadores do teleférico. Os moradores poderão usar o bilhete único em ambos, e os mototaxistas na mesma linha, levando os moradores para o teleférico, tornando-o um transporte útil de verdade para toda a população que mora aqui. Segundo o Secretário, à partir de amanhã isso já será implementado. Todos estão na expectativa desse anúncio…

A Secretaria de Parques e Jardins fez também o seu anúncio esta manhã, fazendo uma convocatória de contratação de forma emergencial de moradores para revitalizar todos os espaços ociosos do morro, praças, quadras de futebol, jardins e encostas que irão ganhar vida e passarão a ser cuidados pelos moradores do entorno e ainda por cima ganhando para isso.

A Secretaria de Ciência e Tecnologia também não ficou parada não. Em alto e bom som veio ao microfone e disse: “Serão construídas mais duas Naves do Conhecimento aqui. Vamos definir os locais mas a verba tem. Sabemos da importância da Nave aqui e é por isso que percebemos a necessidade de mais duas, então podem aguardar”.

Uma das coisas que trouxe um pouco de esperança e acendeu a luz do fundo do túnel foi a revelação na semana passada dos estudos feitos pelo Instituto Pereira Passos (IPP), refazendo todos os números que há anos foram maquiados e ocultados. Este foi um dos anúncios mais aguardados, pois temos plena ciência que são esses números oficias que podem mudar todas as ações anunciadas. Esses números podem ser a base de tudo, para a verdadeira aplicação das políticas públicas que tanto ansiamos. São esses números que resumem o mapa real da situação do nosso lugar. Agora com isso feito teremos a certeza que algo realmente concreto será realizado sem delongas.

Comecei e me perguntar o porquê disso tudo: várias indagações e questionamentos de o porquê o poder público ter tomado essas decisões. Aí então no jornal desta noite veio a resposta: o balanço positivo dos jogos olímpicos aqui no Rio, e o saldo que impressionou o mundo com a “ORGANIZAÇÃO” feita pelo Brasil, deixou o governo brasileiro com o ego inflado. Isso repercutiu muito bem ao cenário eleitoral e tornou-se um dos reais motivos para todo esse alvoroço. Afinal de contas é também um ano de corrida ao cargo máximo da cidade olímpica, a corrida à Prefeitura do Rio de Janeiro.

A circulação dessas informações pelos veículos de imprensa ocasionou uma corrida às redações para noticiar a todos esses fatos. Essa noite, todos queriam dar essa matéria (termo usado pelos jornalistas ao furo de matérias exclusivas). Pois algo muito inusitado e muito aguardado por todos os cidadãos de bem dessa imensa cidade tornou-se motivo de comemoração em becos e vielas, e foi se estendendo para as ruas próximas da favela. Foi tomando vários bairros vizinhos e contagiou toda a cidade. Foi então anunciado um carnaval fora de época, e toda a cidade saiu para festejar o que está acontecendo aqui no Alemão. Todos esses anúncios das benfeitorias por parte do poder público, nos deixaram num estado de êxtase total, em frenesi sem data para terminar… ESSE DIA ENTRARÁ PARA A HISTÓRIA DESSA CIDADE, UM DIA APÓS O TERMINO DAS OLIMPÍADAS DE 2016 AQUI NO RIO.

Cleber Santos, morador do Alemão, teve essa ‘Visão Premonitória’, e disse que estava “em plena pose de suas faculdades mentais” quando teve essa alucinação….