Últimas Notícias

Sede de Aprender

Um retrato de Elis de Aquino, por Andreia Coutinho, ambas participantes do curso de Jornalismo da ComCat e novas autoras do favela.info.

Ela tem uma rotina superagitada e ainda assim encontra tempo para todos os seus hobbies e compromissos sociais. Elis de Aquino, nascida no estado do Rio de Janeiro, moradora de Duque de Caxias, tem seus dias da semana bem movimentados. No auge dos seus 22 anos, ela faz duas faculdades ao mesmo tempo: jornalismo na Universidade Federal do Rio de Janeiro e história na Universidade Federal Fluminense.

O curso de jornalismo comunitário na Comcat é uma extensão do projeto de pesquisa de que participa na UFRJ, onde pesquisa comunicação comunitária em favelas cariocas. Por intermédio dessas conexões, vai fazer um intercâmbio cultural no fim do ano, na Hungria. Ela não sabe quando vai se formar, mas já sabe o que vai fazer quando receber seu primeiro diploma: “Vou fazer um mestrado em antropologia”, garante.

Elis de Aquino está no Rio de Janeiro depois de uma temporada de seis anos em Manaus, para onde havia se mudado com a família por causa da transferência do pai, que é suboficial da Marinha. Foi na capital do Amazonas que começou uma intensa vida universitária, graças a um sistema de educação PSC (pontos acumulados durante o ensino médio que possibilitam o ingresso na faculdade). “Cheguei a fazer três cursos ao mesmo tempo”, lembra ela, que ao longo de um semestre fazia jornalismo, à tarde publicidade e à noite história. “Algumas vezes, tinha aulas de cursos diferentes no mesmo corredor da Universidade Federal do Amazonas.”

Além dos compromissos acadêmicos e sociais, Elis de Aquino ainda encontra tempo para os idiomas. “Estudo húngaro sozinha através de sites e pretendo aprender polonês e holandês”, conta ela, que adora viajar e prefere os programas aventureiros, como fazer trilhas e caminhar na praia. “Mas não dispenso as exposições, os filmes históricos e as danças”, alerta ela, que apesar do cotidiano corrido sempre encontra um tempinho para a família e os amigos, conquistados graças à sua grande capacidade de se comunicar.

Com sua personalidade estruturada e em construção ao mesmo tempo, Elis de Aquino sabe que também precisa levar sua sede de conhecimento para a vida pessoal. “Seu que às vezes sou exigente e impaciente, mas tenho disposição para ouvir e reconhecer meus defeitos e pontos fracos”, garante.

Além disso, ela é muito persistente e prestativa quando traça seus objetivos. Solícita e bem-humorada, ela preza muito o equilíbrio independentemente das circunstâncias.

Quer garantir o futuro do RioOnWatch?

A doação mensal é a maneira mais sustentável e eficiente de apoiar nosso trabalho incansável e contínuo em prol das favelas do Rio. Comece seu apoio hoje mesmo. CLIQUE AQUI PARA APOIAR.