Últimas Notícias

Favela Sustentável Vale Encantado Inicia Construção de Biossistema de Tratamento de Esgoto

Click Here for English

Durante o mês de setembro de 2015, uma equipe de engenheiros, pedreiros e trabalhadores começou a construção do segundo biodigestor no Vale Encantado, concebido como o primeiro passo para a criação de um biossistema de tratamento de esgoto na comunidade. O Vale Encantado, situado na Floresta da Tijuca, perto do Alto da Boa Vista, no Rio de Janeiro, é o lar de 27 famílias e goza de uma vista pitoresca da Pedra da Gávea e a praia da Barra da Tijuca. No entanto, como cerca de 66% da cidade do Rio de Janeiro, o seu esgoto não é tratado, mas lançado diretamente na natureza. Além do esgoto da comunidade, o esgoto do clube e condomínio na fronteira superior da comunidade também contribuem para o esgoto a céu aberto que atravessa o Vale Encantado. O projeto do biossistema, implementado por um grupo da PUC-Rio e financiado pela FAPERJ, pretende mudar isso. Depois de concluído, o biossistema deverá ser capaz de tratar todo o esgoto gerado pela comunidade, incluindo a água de máquinas de lavar, vasos sanitários e pias.

Construção do biodigestor em setembro de 2015

Biossistemas são uma tecnologia emergente projetada para tratar o esgoto de forma sustentável, sem produtos químicos ou restos de subprodutos. O tipo de biossistema em construção no Vale Encantado trata do esgoto em duas etapas. O primeiro passo é o biodigestor: um tanque anaeróbico onde as bactérias digerem a matéria orgânica na água de esgoto produzindo biogás, um componente líquido e um sólido que permanecem no tanque. O biogás produzido pelo biodigestor pode ser usado para produzir energia ou para cozinhar, de modo que o líquido flui para a segunda etapa, no qual um sistema de plantas com raízes longas purifica a água. O produto final é água limpa que pode fluir para a floresta sem contaminantes ou tratamentos químicos.

O biossistema está sendo concluído. A próxima tarefa será a de construir a rede de esgoto ligando as casas ao biodigestor. O biogás produzido pelo biodigestor será utilizado para fornecer gás para uma das casas na comunidade.

Liderado pelos engenheiros Leonardo Adler e Tito Cals da PUC-Rio, a equipe por trás do biossistema pesquisou soluções alternativas para o tratamento de esgoto e visitou sistemas de esgoto em pequena escala bem-sucedidos em todo o estado do Rio de Janeiro. Coordenando a construção está Valmir Fachini, o diretor da ONG Viva Rio no Haiti, que tem trabalhado extensivamente com biossistemas desde a década de 1990. A equipe também é composta por Otávio Barros, morador da comunidade, presidente da Associação de Moradores do Vale Encantado e da Cooperativa Vale Encantado, Baltazar Morgado do Viva Rio, que tem uma vasta experiência com projetos de saneamento, e pedreiros e trabalhadores contratados para a construção, muitos da própria comunidade. João Pedro, um morador de 19 anos de idade, foi contratado para preparar o local para a construção. Quando entrevistado, ele disse que acha o projeto “muito legal”.

Otávio

Este é o segundo projeto de biodigestor no Vale Encantado. O primeiro, concluído em 2014, trata os resíduos orgânicos do restaurante da cooperativa e retorna gás aos seus fogões. O Vale Encantado tem muitas iniciativas sustentáveis ​​em curso, incluindo o restaurante da cooperativa, que usa alimentos cultivados localmente, e um projeto de ecoturismo com base comunitária. O bairro também serve como estudo de caso principal e piloto inicial para o desenvolvimento do LEED-UP (LEED para a Urbanização de Assentamentos Informais).

A Cooperativa Vale Encantado está atualmente em busca de financiamento para conectar todas as casas da comunidade ao biossistema. Para ajudar, entre em contato aqui.