Últimas Notícias

Projetos Comunitários do Alemão Realizam Captação Colaborativa #TodosPeloAlemão

Click Here for English

Oito projetos comunitários do Complexo do Alemão estão participando de uma campanha conjunta de captação colaborativa (crowdfunding) intitulada #TodosPeloAlemão. A campanha começou no dia 13 de outubro e termina no dia 15 de dezembro, e até agora já alcançou 37% do seu objetivo de R$60.000,00. A campanha foi iniciada pela Via Varejo, empresa de varejos com lojas no Alemão, após abrir um processo de seleção por oito projetos comunitários. A Via Varejos promete doar um valor igual a todas as doações arrecadadas pela campanha de captação colaborativa, entregando um prêmio de R$15.000 para cada um dos projetos comunitários apresentados.

Se unir para arrecadar fundos é um modelo que Mariluce Mariá do Favela Art, uma das oito organizações comunitárias envolvidas na campanha, recomenda para outros projetos comunitários. “Fazer campanha com outros projetos dá mais força à causa” disse ela. “Coletivamente você tem o suporte dos outros e pode mostrar outros projetos. As pessoas não doam apenas para um projeto, elas doam para todos”. Infelizmente, ela alerta, “Tem sido confuso para a maioria da comunidade. As pessoas pensam que nós já recebemos os R$15.000,00”.

Os projetos comunitários envolvidos também esperam que a iniciativa gere consciência sobre a importância das organizações de base comunitária do Alemão. Mariá disse: “O ideal para nós não é apenas arrecadar fundos. Visibilidade é muito importante para que as pessoas possam conhecer os projetos e para que eles se tornem visíveis”.

12115473_506237046205186_6738447132536634834_n

Visibilidade e fundos para esses projetos são de suma importância nesse momento de escalada da violência no Complexo do Alemão, com os acontecimentos recentes tornando-se notícia internacional. A comunidade tem respondido de várias maneiras, incluindo através de protestos pacíficos pedindo pelo fim da violência policial. A presença da UPP desde 2012 tem falhado em trazer a paz para o grande complexo de favelas, e com isso os violentos confrontos continuam. Os grupos comunitários envolvidos na campanha de captação colaborativa demonstram um caminho alternativo para a paz na comunidade, enquanto mudam a imagem da comunidade e dos moradores através de arte, qualidade de vida, educação, esporte, música, inclusão digital e treinamento profissional.

Cada projeto participante tem um objetivo específico em mente, caso a campanha seja um sucesso. Saiba mais sobre os oito projetos abaixo:

Creche Algodão Doce

12144794_506238689538355_6969699769656890150_n

Criada em 2011 por Andreia de Oliveira, a Creche Algodão Doce cuida de 48 crianças por dia. A creche facilita a vida de muitas mulheres da comunidade para que possam trabalhar, além de servir como um espaço educacional para as crianças da comunidade. O objetivo é expandir a creche para receber mais 40 crianças.

“Nós acreditamos que uma educação de qualidade transforma vidas.” – Andreia de Oliveira, Creche Algodão Doce

Espindola Team

12115547_506237552871802_7490171483627039125_n

O Espindola Team atualmente oferece aulas de kickboxing para aproximadamente 70 crianças e adultos. A organização se orgulha de desenvolver o caráter e valores dos seus alunos. Eles esperam sediar o primeiro Torneio de Artes Marciais no Complexo do Alemão para cerca de 1.000 pessoas, investindo em infraestrutura e equipamentos, o que lhes permitirá ter mais alunos.

“Nós estamos orgulhosos em ver alunos treinando duro e se apresentando em competições com força e determinação. Nós incentivamos nossas crianças e jovens para que eles consigam construir seus próprios sonhos e buscar o bem”. – Raphael Espindola, Espindola Team

Favela Art

12039560_506236936205197_7142351728794800640_n

O Favela Art foi fundado por Mariluce Mariá de Souza e seu marido quando eles tinham um negócio de favela tour chamado Turismo no Alemão, e perceberam que não existia nenhuma lembrança para os turistas levarem, representando a comunidade. Mariluce, então, decidiu começar a pintar o Complexo do Alemão em telas. Em 2014, a Turismo no Alemão fechou por conta do aumento de confrontos entre a polícia e os traficantes de drogas, no entanto o Favela Art prosperou. Mariluce faz oficinas de pintura na comunidade e ao mesmo tempo também preenche as paredes do Alemão com murais coloridos com a ajuda de cerca de 30 crianças. Ela espera reestruturar seu atelier e convidar mais 30 crianças para seu projeto, de forma a continuar embelezando a comunidade.

“Nós queremos envolver quantas pessoas pudermos com arte e transformar a paisagem do Alemão com novas cores.” – Mariluce Mariá, Favela Art

Agência Novo Complexo de Alemão (NCA)

10288714_506236202871937_7246466350306353403_n

NCA atua como uma agência de empregos na comunidade oferecendo serviços sociais e orientação pessoal. A organização oferece oficinas para melhorar currículos e fortalecer habilidades de entrevista com o objetivo de ajudar moradores a conseguir empregos melhores. Com a campanha sendo um sucesso, eles vão realizar uma feira de empregos na comunidade, apresentando mais de 1.000 oportunidades de trabalho.

“Nós somos a vitrine dos talentos invisíveis da comunidade.” – Robson Santos, Agência Novo Complexo de Alemão

Na Ponta dos Pés

12143160_506239662871591_497616721571490845_n

Em 2011, a bailarina e ginasta Tuany Nascimento, de 20 anos, participou do Gymnaestrada, o maior evento de ginástica do mundo. Ela decidiu trazer a sua paixão de volta para sua comunidade com o Na Ponta dos Pés. Todo ano ela trabalha com 40 novas meninas entre 4 e 15 anos de idade na quadra poliesportiva no Morro do Adeus. Seu sonho é construir um estúdio de ballet para treinar mais de 60 bailarinas por ano.

“Ao contribuir com o treinamento de um bailarina, nós mudamos sua realidade. Ela ganha novas esperanças em sua vida.”  – Tuany Nascimento, Na Ponta dos Pés

GatoMÍDIA

12107081_506235602871997_5523347064447946230_n

A GatoMÍDIA acredita que todo mundo tem o direito de obter visibilidade através da tecnologia. Eles criaram 15 oficinas de fotografia, vídeo, transmissão ao vivo, internet, cobertura colaborativa, assim como mídias sociais. GatoMÍDIA oferece capacitações para que os membros da comunidade possam promover seu trabalho, projetos e causas. No momento eles oferecem oficinas para cerca de 100 jovens adultos, e esperam aumentar seus esforços para convidar mais 100 alunos.

“Visibilidade é um direito que gera outros direitos. Nós acreditamos no mídia ativista como uma ferramenta para o empoderamento da juventude.” – Thamyra Thâmara de Araújo, GatoMÍDIA

Projeto Paloma

12079576_506228479539376_2837550058327954987_n

Por dez anos o Projeto Paloma tem ajudado e dado suporte aos moradores da comunidade que sofreram acidentes através de fisioterapia e reabilitação, gratuitamente. O projeto funciona reintegrando seus pacientes na sociedade ajudando-os a readquirir o senso de independência, e dando suporte a eles para manterem a mesma rotina do dia a dia como antes do acidente. Agora, eles são capazes de dar assistência a 22 pacientes. Eles esperam que a campanha os possibilite a equipar uma nova instalação que os permitirá atender mais de 60 pessoas.

“Nós lutamos para recuperar a dignidade e contribuir com a saúde de centenas de pessoas, geralmente vítimas de bala perdida ou outras tragédias.”  – Mônica Cirne, Projeto Paloma

Ritmo do Complexo

12088306_506222219540002_299978746747496860_n

Ritmo do Complexo é uma escola de samba que trabalha para manter a cultura do Complexo do Alemão através de oficinas de música para crianças. Eles oferecem aulas de percussão para 30 crianças, e esperam expandir para mais 90 alunos graças a campanha. Eles também planejam comprar uniformes e mais instrumentos.

“Nós acreditamos que investindo nas crianças nós estamos construindo um novo futuro. A pessoa que não luta para ver o futuro que quer tem que aceitar o futuro que virá.” – Luís Cláudio Silva, Ritmo do Complexo

Assista ao vídeo da campanha #TodosPeloAlemão:

Para doar para a campanha #TodosPeloAlemão e para maiores informações, clique aqui.