Últimas Notícias

SOS Vila Autódromo! Tropa de Choque Retorna à Comunidade com Toda Força

Click Here for English

Matéria publicada no dia 23 de fevereiro de 2016 às 22h.

Nesta segunda-feira, dia 22 de fevereiro, a Tropa de Choque e a Guarda Municipal se implantaram novamente na Vila Autódromo, desta vez para reposicionar o muro de madeira que tinham erguido no dia 13 de janeiro. No mesmo dia, a suspensão da ordem de demolição da Associação de Moradores chegou ao fim. Moradores enviaram mensagens de SOS nas mídias sociais para alertar os defensores da probabilidade de novas demolições e intimidações nos próximos dias.

Nesta segunda-feira, dezenas de soldados armados entraram na comunidade em torno das 7 horas da manhã sem nenhum aviso, seguindo o padrão das duas ocasiões anteriores, quando a tropa de choque invadiu brutalmente a Vila Autódromo. Desde 13 de janeiro, um muro de madeira separa uma grande parte da comunidade de uma estreita faixa ao longo da lagoa com duas casas restantes. Agora, barricadas bloqueiam todo o acesso à lagoa e outras comprimem os limites da comunidade, estando partes da comunidade original dentro dos limites do Parque.

VilaAutodromowall2

Márcio, um morador, cuja casa agora faz fronteira com o novo caminho do muro, parecia estar sofrendo um ataque cardíaco após uma altercação com a tropa. De acordo com os seus vizinhos, a tropa bloqueou o acesso a sua casa até que os moradores insistiram que ele iria morrer se fosse deixado lá sozinho. Depois, finalmente, Márcio recebeu tratamento em um hospital próximo e voltou para casa no mesmo dia.

Márcio suffered a heart attack during the Shock Troops' latest actions in Vila Autódromo

Em resposta ao fato da construção está invadindo cada vez mais o território da Vila Autódromo, os moradores perguntaram no Facebook: “Nessa longa jornada da Vila Autódromo, quem são os invasores desta terra? Os moradores que receberam do Estado através do ITERJ (Instituto de Terras e Cartografia do Estado Rio de Janeiro) o Título de Posse, que concede esta terra para fins de moradia ou a Prefeitura que sorrateiramente está ocupando uma área que não lhe pertence?”.

Na sequência dos acontecimentos de segunda-feira e com o fim da liminar contra a demolição da Associação de Moradores, os moradores estão chamando a imprensa e os aliados e simpatizantes da comunidade para se juntarem a eles em uma vigília permanente e ocupação na Vila Autódromo. A tensão excepcional desta semana foi realçada quando a página da comunidade no Facebook postou um resumo dos acontecimentos do dia anterior e uma chamada por apoio em inglês, uma ocorrência rara na página, normalmente, somente em português. A última postagem concluiu:

“The situation of Vila Autódromo is very fragile. Residents and supporters are called to support the community as soon as possible. Their struggle is going through a crucial time.”

“A situação da Vila Autódromo é muito frágil. Estamos chamando os moradores e apoiadores para apoiar a comunidade o mais rapidamente possível. A luta da Vila Autódromo está passando por um momento crucial.”

Além da Associação de Moradores, moradores temem que as casas pertencentes à família da Penha e a mãe de santo Heloísa Helena Costa Berto poderiam ser demolidas a qualquer momento. Penha e Heloísa Helena muito se dedicaram e foram ativistas visíveis na luta para permanecer, assim, como a Associação de Moradores, suas casas são de enorme importância simbólica para a comunidade. A casa da Penha agora é a única casa remanescente das que estavam incluídas na declaração do prefeito de desapropriação em março passado. Dona Maria da Penha continua uma otimista incansável. “Eu vou ficar em pé”, disse ela, enquanto varria seu andar em preparação para sediar ativistas e aliados em sua casa durante a noite. “Mesmo que a casa caia, eu vou ficar em pé”.

VilaAutodromowall6

Outros moradores estavam menos positivos. Uma moradora refletiu sobre a ironia do lema do Brasil: “Que ordem? Não há nenhuma. Que progresso? Só nos bolsos dos políticos”.

Fique atento/a às atualizações da página no Facebook da Comunidade Vila Autódromo, ao RioOnWatch no Twitter. Nós estamos seguindo as ações da Prefeitura direto da comunidade.

VilaAutodromowall5-e1456251179660