Últimas Notícias

Painel Unificador das Favelas Lança Campanha Exaltando como Dados Podem Salvar Vidas [VÍDEO]

Click Here for English

Esta é nossa matéria mais recente sobre o novo coronavírus e seus impactos sobre as favelas

Ação faz parte da campanha do Painel Unificador Covid-19 nas Favelas para superar o déficit de informação pública sobre os dados da pandemia

26 de outubro de 2020—O Painel Unificador Covid-19 nas Favelas (www.favela.info), a mais consistente fonte de dados atuais sobre o alcance da pandemia nas favelas, lança hoje às 11h, nas redes sociais e através de um twittaço, seu vídeo (video.favela.info) e campanha para conscientização da população sobre a importância do acesso a dados sobre a situação real da pandemia nessas regiões, e convidando o público a declarar seus próprios casos de Covid-19.

O Painel é realizado por uma rede de 20 coletivos, organizações e iniciativas engajadas com a prevenção e documentação da pandemia nos territórios. Foi lançado em julho em resposta à subnotificação de dados sobre Covid-19 nas comunidades da Região Metropolitana do Rio, e hoje contempla 185 favelas, número que cresce a cada semana com a entrada de novas fontes de dados.

O Painel Unificador das Favelas fornece dados pela ótica de quem está dentro das comunidades e valoriza o poder de engajamento e o trabalho dos coletivos e moradores das favelas. O vídeo da campanha, lançado hoje, foi produzido pelo Laboratório de Audiovisual do Jacaré, LabJaca, um dos coletivos parceiros do projeto.

Nele, quatro integrantes explicam a importância da coleta de dados cidadã e da resposta popular à subnotificação da Covid-19 nas favelas:

Tatiana Lima, comunicadora da Comunidades Catalisadoras (ComCat)*, diz: “Desde março, o Brasil passa não só por uma pandemia, mas por uma pandemia dentro da pandemia. Em um país tão desigual como o Brasil, a Covid-19 reproduz mais desigualdades dentro das desigualdades já existentes… Então, a partir de classe social, cor, raça e gênero, as pessoas estão passando por pandemias próprias”.

Douglas Heliodoro, articulador do Conexões Periféricas de Rio das Pedras, explica que:  “Essa falta de ações efetivas do governo, principalmente do governo federal, tem impactado bastante a população mais pobre que precisa trabalhar, que precisa sobreviver. O número de mortes nas favelas tem a ver com essa desigualdade social e com essa presença seletiva do Estado, que só se faz presente, infelizmente, a partir da polícia nesses espaços e territórios”. 

Renata Gracie, do Icict/Fiocruz, fala: “O Painel Unificador das Favelas começou como uma necessidade levantada em reuniões da ComCat [com comunicadores e lideranças comunitárias], porque muitas pessoas estavam apontando a presença de casos de óbitos nas área de favelas no Rio de Janeiro. Existia pouca visibilidade para essas informações. Para a sociedade civil poder cobrar do poder público, precisamos ter a informação, e quanto mais precisa for essa informação, melhor será para as tomadas de decisões conjuntas”.  

Desde julho, a cada semana, o Painel Unificador está buscando novas fontes de dados favela por favela, sejam essas fontes públicas ou de relatoria local. Bia Carvalho, idealizadora do Mulheres de Frente em São João de Meriti, explica:  “A partir do momento que eu tenho a oportunidade de entrar na casa de algum parente favelado e fazer essa articulação, e pedir que eles preencham aquele dado, é melhor. A internet, ela não chega na favela e quando chega, é de forma precarizada. Então, essa articulação é feita com vários braços”.

O vídeo foi filmado no Jacarezinho, ao lado da Fiocruz, na Zona Norte do Rio de Janeiro, seguindo todos os devidos cuidados. No vídeo, os integrantes do Painel mostram como a checagem da epidemia pelos próprios grupos nas favelas vem ajudado a superar o déficit crucial de informação sobre a Covid-19 nas favelas. A proposta da campanha e do vídeo é convidar também mais moradores a participarem da iniciativa, podendo realizar a autoavaliação de seus sintomas através do Painel e assim notificando também casos.

Utilizando as hashtags #DadosSalvamVidas, #DadosSãoPoder, #Covid19NasFavelas e #PainelUnificadorDasFavelas, a campanha visa produzir a conscientização sobre a importância da produção e o uso de dados para informar e construir políticas públicas de enfrentamento à pandemia nas favelas e demais partes da cidade.

O último levantamento realizado pelo Painel Unificador Covid-19 nas Favelas (23/10), que acompanha até agora 72 favelas e complexos da Região Metropolitana do Rio (185 favelas individuais), informa 17.883 casos e 2.223 óbitos de moradores de favelas. 

Como colaborar? 

Assista ao Vídeo da Campanha:

Sobre o Painel Unificador das Favelas

O Painel Unificador das Favelas surgiu no contexto da pandemia da Covid-19 ao perceber que a falta de testagem e subnotificação de dados sobre Covid-19 nas favelas está entre os motivos para a alta letalidade nesses territórios.

Somos uma rede de 20 coletivos e organizações na Região Metropolitana do Rio de Janeiro dedicadas à coleta cidadã de dados para garantir políticas públicas adequadas. Iremos, além da Covid-19, continuar agindo sobre este espaço.

Idealização e gestão: Comunidades Catalisadoras (ComCat). Parceiros e realizadores: A.M.I.G.A.S. | Centro Social Fusão | Coletivo Conexões Periféricas-RP | Comunidades Catalisadoras | Covid por CEP | Data_Labe | Fala Roça | Favela Vertical | Fiocruz | Fórum Grita Baixada | Frente de Mobilização da Maré | Instituto Educacional Araujo Dutra | LabJaca | Mulheres de Frente | Observatório de Favelas | PerifaConnection | Redes da Maré | SOS Providência | TETO | Voz das Comunidades | WikiFavelas

Contato: covid19nasfavelas@comcat.org, +55-21-991976444

*Tanto o RioOnWatch quanto Painel Unificador Covid-19 nas Favelas são iniciativas da Comunidades Catalisadoras


Apoie nossos esforços para fornecer assistência estratégica às favelas do Rio durante a pandemia de Covid-19, incluindo o jornalismo hiperlocal, crítico, inovador e incansável do RioOnWatch — doe aqui.