Últimas Notícias

Painel Unificador das Favelas Realiza 3a Coletiva para Imprensa na Quinta, 10/12

Já ocorreram mais mortes nas favelas do Rio de Janeiro do que em 121 países inteiros

Click Here for English

PARA LANÇAMENTO IMEDIATO [PDF DO RELEASE]

‘PARA ALÉM DA RESPONSABILIDADE INDIVIDUAL, QUAL O PAPEL DO GOVERNO NA CONTENÇÃO DA SEGUNDA ONDA?
TRANSPORTE PÚBLICO EM DEBATE’

Painel Unificador Covid-19 nas Favelas, que entra em seu sexto mês, realiza sua terceira coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 10 de dezembro, às 14h. Clique aqui para se inscrever.

Rio de Janeiro—Cinco meses após lançar o Painel Unificador Covid-19 nas Favelas (www.favela.info), coletivos da sociedade civil fluminense voltam a denunciar a falta de políticas públicas de combate ao novo coronavírus. Desta vez, a pauta são ações que possam reduzir os danos da população da região metropolitana do Rio de Janeiro que usa os transportes públicos.

O Painel Unificador, que com a passagem de tempo vem acessando novas fontes de dados sobre o alcance do coronavírus nas favelas, hoje reporta 25.552 casos e 2.873 óbitos nas favelas da região metropolitana, sendo 20.716 casos e 1.967 óbitos em favelas dentro do município do Rio de Janeiro. O Painel Unificador representa hoje, 64,6% dos domicílios das favelas na cidade do Rio.

Na quinta-feira, 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, as 22 organizações, iniciativas e coletivos que realizam o Painel farão um debate onde será apresentado à imprensa e parlamentares a situação do coronavírus nos territórios periféricos para demandar novas políticas urgentes locais de combate ao contágio do coronavírus nas favelas.

O Painel Unificador Covid-19 nas Favelas é realizado através de uma metodologia altamente participativa que, na atual falta de testagem em massa na maioria dos territórios, compreende que as informações oriundas de uma base local qualificada são as mais precisas. A partir de fontes locais, o Painel começou a montar sua base de dados em julho de 2020 e a cada semana vem acrescentando novas fontes. Mais recentemente, optamos por uma metodologia de Zona de Influência de Códigos de Endereços Postais (CEPs), identificando os que melhor representam áreas de favela, começando pelas mais populosas. Assim, a partir de dados por CEP, conseguimos até 07/12 abranger 228 favelas, sendo seis em municípios vizinhos, em especial Itaguaí.

Nesta coletiva realizada no sexto mês do Painel, apresentaremos os novos dados preocupantes, a metodologia que desenvolvemos em detalhes, e um debate com lideranças e comunicadores comunitários de favela sobre o papel do poder público neste momento de repique da pandemia. Haverá também o lançamento dos dados de acesso público e nota técnica do Painel Unificador.

Verifique a agenda da terceira coletiva do Painel Unificador:

14h00-14h05 Introdução e lançamento dos dados públicos no Painel;
14h05-14h20 Apresentação da metodologia do Painel e lançamento da nota técnica;
14h20-14h30 Apresentação comparativa do Painel Unificador entre julho e hoje;
14h30-15h Participação de moradores, lideranças e jornalistas comunitários debatendo: A segunda onda vem chegando nas favelas? Quais os desafios atuais? Como desenvolver ações públicas para redução de danos e transformar o transporte público?

Para esta coletiva, estão confirmados depoimentos dos seguintes integrantes do Painel:

  1. Amanda Scofano – Doutoranda na PUC-Rio
  2. Andressa Cabral Botelho – Maré de Notícias, Complexo da Maré
  3. Bia Carvalho – Mulheres de Frente, Mesquita
  4. Douglas Heliodoro – Coletivo Conexões Periféricas, Rio das Pedras
  5. Elisa Maria Campos – Comunidades Catalisadoras
  6. Mariana Galdino – LabJaca, Jacarezinho
  7. Melissa Cannabrava – Voz das Comunidades, Complexo do Alemão
  8. Polinho Mota Junior – Data_Labe, Complexo da Maré
  9. Rafael Oliveira – Favela Vertical, Gardênia Azul
  10. Renata Gracie – Icict/Fiocruz
  11. Tânia Alexandre da Silva – Associação de Mulheres Edson Passos (AMEPA), Comunidade Cosmorama, Mesquita
  12. Theresa Williamson – Diretora Executiva, Comunidades Catalisadoras (ComCat)

Alguns destaques tristes da nossa situação:

  • Já ocorreram mais mortes nas favelas do Rio de Janeiro do que em 121 países inteiros. O número de mortes nas favelas ultrapassa o de mortes no Congo (344), Irlanda (2099), Austrália (908), Venezuela (924), Dinamarca (894), Moçambique (136), Tailândia (60), Camarões (443), Malásia (388), e muitos outros.
  • Já aconteceram mais mortes no Brasil do que as causadas pela bomba de Hiroshima. No Brasil, temos registros confirmados que a doença matou mais de 177.000 pessoas, enquanto a bomba de Hiroshima, cerca de 140.000.
  • O Brasil tem o terceiro pior quadro de contaminação no mundo e o segundo maior em quantidade de óbitos, confirmados, ou seja, pessoas que foram testadas positivas para Covid-19 enquanto vivas ou após a morte.

SERVIÇO: Terceira Coletiva de Imprensa 

QUANDO: Quinta-feira, 10 de dezembro de 2020, das 14 às 15 horas

ONDE: No Zoom. Inscrições para imprensa, assessores parlamentares e mobilizadores de favela aqui. Grande público: assista ao vivo no Facebook aqui.

[RELEASE EM PDF]

CRÉDITOS

Realização: Comunidades Catalisadoras (ComCat)

Parceiros: A.M.I.G.A.S. | Centro Social Fusão | Coletivo Conexões Periféricas-RP | Covid por CEP | Data_Labe | Fala Roça | Favela Vertical | Fiocruz | Fórum Grita Baixada | Frente de Mobilização da Maré | Instituto Educacional Araujo Dutra | LabJaca | Maré de Notícias | Mulheres de Frente | Observatório de Favelas | PerifaConnection | Redes da Maré | SOS Providência | TETO | Voz das Comunidades | WikiFavelas

Desenvolvimento e atualizações: Esri – Environmental Systems Research Institute

Dados Demográficos: Prefeitura Rio e IBGE 2010

Tecnologia de integração: Integromat

Vídeo de divulgação: LabJaca (veja video.favela.info)

 #DadosSalvamVidas #DadosSãoPoder #Covid19NasFavelas #PainelUnificadorDasFavelas

CONTATOS

Painel Unificador/ComCat: covid19nasfavelas@comcat.org WhatsApp +55-21-991976444

Redes da Maré: +55-21-98886-0892 Daniele Moura

Internacional/inglês: press@catcomm.org +301-637-7360

Facebook do Painel Unificador: fb.favela.info